Conhecimento de mundo é o resultado do entendimento das informações existentes no texto/tema com aquelas que estão armazenadas na memória de quem escreve.  

 

Como conhecimento de mundo entende-se toda a experiência de vida do escritor/leitor, tudo o que ele já viu, já leu, já ouviu, em sua vida. Muitas vezes o texto traz referências de coisas ou fatos conhecidos por meio de leituras, durante a vida escolar, viagens, fatos históricos, mitos, crendices, folclore, coisas enfim, que o escritor, na verdade, usa para dialogar com o leitor.

 

Grande parte do nosso conhecimento de mundo se constrói com as nossas experiências do dia a dia, mas outra parte, que ocupa uma importância bem grande na sociedade da informação, se constrói por meio do estudo e da busca por conhecimento.

 

No caso das provas de redação, seja nos concursos, vestibulares ou ENEM, as duas facetas do conhecimento de mundo são avaliadas, mas o maior peso estará sobre o conhecimento escolar e informativo.

 

Quer saber qual é a melhor forma de construir esse conhecimento?

 

 Leia, leia bastante!

 

  • Procure por publicações de meios de comunicação respeitados, que valorizam a boa escrita, a norma culta, Isso lhe permitirá o contato com a grafia correta das palavras, bem como construções mais complexas e vocabulário mais amplo.

  • Leia diferentes gêneros jornalísticos. Entenda que é importante se informar por meio de notícias para se manter atualizado, mas não se atenha a elas, pois são textos curtos, em que a informação deve ser o mais objetiva possível, o que lhe permitirá conhecer o fato, mas nem sempre o ajudará a interpretá-lo. Por isso, leia reportagens, pois elas procuram abordar os temas de modo mais aprofundado, investigando as causas que levaram à ocorrência de determinado fato, trazendo a opinião de especialistas, depoimentos, além de outras maneiras de trazer informações e conhecimento ao leitor. Assim como o Artigo de opinião, que possibilita contato com argumentação,  o que ajudará a desenvolver sua capacidade de refletir criticamente.

  • Procure identificar as diferentes ideologias. A ideia de que a mídia é imparcial é ingênua e não corresponde à realidade. Cada meio de comunicação segue uma linha editorial, pois estão alinhados a uma ou outra ideologia. Isso significa que uma mesma história pode ser contada de formas diferentes a depender da linha editorial da publicação. Assim, quanto mais você lê, mais capacidade terá de discutir um tema sob diferentes ângulos, o que enriquecerá o seu repertório e consequentemente, seus conhecimentos de mundo

  • Preste muita atenção nas aulas de história, sociologia, literatura, filosofia, geografia, pois esse conhecimento é fundamental para que se entenda o homem e o mundo. Todo fato encontra explicações nessas ciências. Crie o hábito de pensar sobre os impactos que determinado fato histórico teve sobre a nossa sociedade, se é possível estabelecer alguma relação com o presente, etc. Isso irá ajudá-lo a criar novas perspectivas sobre a realidade.

  • Leia os clássicos da literatura, já que o material didático, em geral utilizado na escola apresenta farto material para a promoção da discussão de temas sociais, mas no que diz respeito aos exercícios de compreensão textual, poucos apresentam noções como pressupostos, inferências, premissas, entre outros, e raramente sugerem atividades que levem à criticidade e à reflexão.

  • Seja um leitor ativo! Isso inclui predição, elaboração de hipóteses, previsões a respeito do texto e o leitor observa os recursos visuais, gráficos e sonoros, título, ilustração, gráficos, silhueta, tipo de letra e levanta uma série de hipóteses e começa a testá-las.

Se você seguir essas orientações, já terá percorrido grande parte do caminho necessário para escrever bem.

Back To Top